Novo site do TdS em www.treinodosapo.com.br

O desejo sexual e os alimentos

Algumas pessoas garantem que alguns alimentos têm feito sobre seu desejo sexual, ou sua libido, mas declarações extravagantes sobre afrodisíacos não são confirmadas por estudos científicos. Embora a função sexual possa ser nossa resposta física a uma enxurrada de hormônios, o desejo sexual é basicamente mantido por uma mente ativa e um corpo sadio.

Uma vida sexual saudável depende de uma boa alimentação. Uma boa função nervosa, níveis saudáveis de hormônios e um fluxo sanguíneo desobstruído em direção à área pélvica são fatores essenciais para um bom desempenho sexual. Para manter esses sistemas em ordem a alimentação deve ser baseada em legumes, farelos de cereais e outros carboidratos complexos, com muitas frutas e verduras e níveis modestos de proteína; esta alimentação fornece muitas vitaminas e minerais.

As frutas cítricas são muito importantes para obter vitamina C e fortalecer as paredes dos vasos sanguíneos. Consumir produtos derivados do leite com pouca gordura, cereais enriquecidos ou fortificados, grãos integrais e verduras para obter riboflavina para conservar as mucosas que revestem o trato reprodutor feminino, também é uma ótima sugestão alimentar.

A vitamina E e a função sexual. Embora não existam estudos clínicos que confirmem, muitos especialistas acreditam que sem uma boa ingestão dessa vitamina presente em óleos, margarina, nozes, sementes, verduras e no germe de trigo, a função sexual pode ser prejudicada.

Consuma mais zinco. Sabe-se que o zinco está intimamente ligado à função sexual, embora a importância dele no desejo sexual ainda não tenha sido explicada. Sem uma quantidade suficiente de zinco, o desenvolvimento sexual das crianças é retardado e dificultam a produção dos espermatozóides em homens. O zinco é abundante em alimentos de origem animal, como frutos do mar (ostras em especial), carne, aves, fígado, ovos, leite, feijão nozes e grãos integrais.

Adote uma alimentação com baixo teor de gorduras saturadas. As pessoas já aceitam o fato de que existe uma relação entre a alta ingestão de gorduras saturadas, níveis elevados de colesterol no sangue e o acúmulo de placas ateroscleróticas de gordura nos vasos sanguíneos, principalmente ao redor do coração. Entretanto, ainda não entendemos muito bem por que placas semelhantes se desenvolvem também nos inúmeros vasos minúsculos do pênis. Sem uma circulação livre, o pênis é incapaz de responder fisicamente às mensagens do desejo sexual.

Além das dicas nutricionais, é importante lembrar que a prática de atividade física regular, o controle no consumo de álcool e tabaco também são essenciais para uma vida mais saudável e um bom desempenho sexual.

Thais Siqueira Perricelli
Nutricionista – Especialista em Obesidade e Emagrecimento
siqueiraperricelli@hotmail.com

One response

  1. Excelente texto, parabéns a nutricionista!

    23 de Agosto de 2010 às 19:52

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s