Novo site do TdS em www.treinodosapo.com.br

Entendendo os Rótulos

O rótulo de um produto é muito importante para entendermos exatamente o quê estamos consumindo, porém sua interpretação não é muito fácil.

A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) estabelece regras para a rotulagem, porém a cada momento novas pegadinhas são empregadas nos rótulos pelas empresas na tentativa de enganar o consumidor e burlar a legislação. Por exemplo, o uso do termo Zero, frases como “sem adição de açúcar”, “vale por um bifinho”, entre outros.

Tipos de Pegadinhas:

  • % de nutrientes:

– Alimentos com apelo ao público infantil: Como achocolatados, cereais matinais, entre outros apresentam a rotulagem calculada para o consumo energético de adultos (2000 calorias/dia). Ou seja, se não estivermos atentos, a criança/adolescente que consome tais produtos irá ingerir uma quantidade percentual muito superior de nutrientes em relação ao que ela realmente precisa.

– 0 %: refere-se apenas à porção caseira descrita na informação nutricional, ou seja, se você consumir mais que uma porção caseira, estará ingerindo uma quantidade maior daquele nutriente que poderá passar a contribuir no seu consumo energético diário.

– X% a menos: Tantos por centos a menos em relação ao produto original.

  • Traços de nutrientes:

Quantidades não significativas: Existe uma quantidade daquele nutriente, mas ele é tão pequeno na porção do produto que são considerados não significativos para o consumo.

  • Zero em:

Em tese, o termo é utilizado quando há menos calorias e, ou isenção de açúcares (carboidratos simples) em comparação com o produto original. Porém, como podemos ver, algumas marcas utilizam, também, o termo zero como sinônimo da palavra SEM.

Essa geléia, realmente apresenta menos calorias que a original, porém o termo ZERO da forma como está posicionado passa a ideia de que o produto é isento de açúcares, quando na verdade é apenas isento de ADIÇÃO de açúcares.

  • Gordura hidrogenada ou gordura vegetal: Na sua preparação foi adicionado gordura trans.
  • Sem adição de açúcares: Não significa que não contenha açúcares, mas que além dos açúcares já inerentes ao alimento mais nenhum foi adicionado. Diabéticos, cuidado!!!
  • Na alimentação, a caloria é a medida que demonstra a quantidade de energia fornecida através dos alimentos. As calorias são obtidas através da ingestão de três nutrientes: carboidratos, proteínas e gorduras. Estes nutrientes quando metabolizados pelo nosso organismo fornecem quantidades diferentes entre si de calorias. Existe, ainda, um percentual diário destes necessários para uma vida saudável. São de 50 a 60% de carboidratos, 25 a 35% de gorduras e em torno de 15% de proteínas, em relação ao valor energético total necessário por dia.

A fim de padronização, os rótulos são baseados em uma dieta para um adulto que necessite de 2000 calorias por dia para se manter saudável.

Informações Nutricionais

Não é necessário somar as quantidades de cada nutriente para saber se atingiu ou não as recomendações diárias. O importante é escolher alimentos mais saudáveis a partir da comparação de alimentos de marcas variadas ou similares, por exemplo, escolher entre queijo prato e ricota. Observando, também, que um alto %VD (% valores diários) indica que o produto apresenta alto teor de determinado nutriente e ter a noção que ao final de um dia ingerimos vários produtos com seus respectivos percentuais, ou seja, quando comemos a porção de um produto com 11% de sódio, devemos lembrar que ao longo do dia mais um monte de alimentos que contém sódio serão consumidos e que, principalmente, a maioria dos alimentos industrializados possuem muito sódio e assim, teremos nesse dia ultrapassado a recomendação diária de sódio para uma vida saudável.

Calculando

Sempre devemos observar o %VD, o tipo de nutriente e a porção!

A gordura saturada, por exemplo, possui recomendação diária de até 10% das calorias. Então, se um produto apresenta uma porção com 9% de gordura saturada, significa que este produto não é saudável. Lembre-se, também, que a porção, não necessariamente será a quantidade que iremos realmente ingerir.

Para ter uma alimentação mais saudável dê preferência a:

• Produtos com baixo %VD para gorduras saturadas, gorduras trans e sódio, principalmente, para quem está com triglicerídeo elevado, maior atenção às gorduras e carboidratos.

• Produtos com alto %VD para as fibras alimentares.

Termos empregados:

Diet- Isento de algum nutriente ou contém até 0,5g deste em 100g ou 100 ml do alimento. Geralmente, isentos de açúcar ou proteínas ou gorduras. É indicado para portadores de doenças metabólicas, como diabetes. Alimentos diet podem ter valor calórico maior que aqueles que contêm açúcar.

Light- É recomendado para quem quer eliminar peso,  apresentam a quantidade de algum nutriente ou calorias reduzidas.

Zero- Promete isenção de açúcar com redução de calorias ou nutrientes em relação ao produto original.

Na dúvida, olhe sempre a informação nutricional do produto!

Quando adquirimos o hábito de analisar os rótulos e informações nutricionais, passamos a ter mais facilidade e agilidade em identificar produtos saudáveis e a fugir das pegadinhas das empresas alimentícias.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s