Novo site do TdS em www.treinodosapo.com.br

10 surpreendentes benefícios do amor para saúde

Benefícios como menos resfriados, melhor controle do estresse e pressão sanguínea mais baixa são apenas o começo.

Amor e saúde estão entrelaçados de maneira surpreendente. Humanos são feitos para conectarem-se uns aos outros, e quando bons relacionamentos são cultivados (não apenas no campo amoroso), as recompensas são imensas.

“Não existe nenhuma evidência de que o intenso, apaixonado estágio de um novo romance é beneficial a saúde. Pessoas que se apaixonam dizem que se sentem maravilhosas e agoniadas ao mesmo tempo” diz Harry Reis, PhD, co-editor da Enciclopédia dos Relacionamentos Humanos. Ou seja, todo esse sobe e desce pode ser um ponto de partida do estresse.

Já uma forma de amor mais calma e estável ajuda a definir claramente os benefícios. “Existem evidências de que pessoas que estão em relacionamentos longos e satisfatórios se dão melhor em toda variedade de exames médicos”, afirma Reis.

A maior parte das pesquisas nessa área se concentra no casamento, mas Reis acredita que muitas desses benefícios se estendem a outras relações próximas, como amigos ou parentes. Ele afirma que a pessoa precisa se sentir conectada com outras, como parte de um grupo, além de respeitada e valorizada.

10 benefícios que o amor traz à saude

1- Menos visitas médicas

O Departamento de Saúde e Serviços Humanos revisou uma grande quantidade de estudos relacionados à saúde e casamento. Uma das descobertas mais impressionantes foi que pessoas casadas vão menos a consultas médicas e ficam menos tempo em hospitais.

“Ninguém sabe exatamente porque relações amorosas fazem bem a saúde. A melhor lógica é a de que seres humanos foram preparados para viver em grupos sociais unidos. Quando isso não acontece, o sistema biológico fica abalado” diz Reis.

Outra teoria pode ser a de que pessoas em bons relacionamentos cuidam melhor delas mesmas, e das outras. A esposa pode auxiliar seu marido com sua higiene bucal, ou um amigo pode indicar outro a consumir mais grãos. Com o tempo, esses bons hábitos significam menos doenças.

2- Menos depressão e abuso de substâncias tóxicas

De acordo com o relatório do Departamento de Saúde e Serviços Humanos, se casar e permanecer casado reduz os níveis de depressão tanto no homem quanto na mulher. Isso não é uma surpresa, já que o isolamento social está claramente ligado a altas taxas de depressão.

O interessante é que o casamento também contribui na diminuição do abuso de álcool e drogas, especialmente em jovens adultos.

3- Pressão sanguínea mais baixa

Pesquisadores descobriram que pessoas em casamentos felizes têm a melhor pressão sanguínea, logo em seguida os solteiros. E as pessoas em casamentos infelizes têm a pior pressão sanguínea. Esse estudo está nos Anais da Medicina Comportamental.

Reis disse que esse estudo ilustra um aspecto importante em como o casamento influencia a saúde: “É a qualidade do casamento, e não apenas o fato de estar casado, que afeta a saúde”. Isso apóia a idéia de que outros exemplos positivos de diferentes formas de relacionamentos possam ter benefícios similares.

Na verdade, solteiros com forte vida social também tiveram bom desempenho no estudo, embora não tanto quanto os casados e felizes.

4- Menos ansiedade

Quando o assunto é ansiedade, uma relação amorosa e estável é superior a um novo romance.

Pesquisadores da Universidade Estadual de Nova York utilizaram máquinas de ressonância magnética para analisar o cérebro de pessoas apaixonadas. Eles compararam casais recentemente enamorados com casais de longa data, fortemente conectados. Os dois grupos tiveram a parte do cérebro associada com amor intenso ativada.

“É o sistema de recompensa cerebral (área específica do cérebro com grande quantidade de dopamina), a mesma área que é ativada com a presença de cocaína ou quando a pessoa ganha muito dinheiro” diz Arthur Aron, PhD e um dos autores do estudo. Mas há uma notável diferença entre os grupos em outras partes do cérebro. Nas pessoas que possuem relações duradouras, também são ativadas áreas relacionadas a união, e áreas relacionadas a ansiedade são menos ativadas.

5- Controle natural da dor

Os estudos feitos em máquinas de ressonância magnética revelaram outro benefício para casais de longa data: mais ativação na parte do cérebro que mantém a dor sob controle.
Um relatório do Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) complementou essa descoberta: em um estudo feito com mais de 127.000 adultos, pessoas casadas eram menos propensas a reclamar de dores de cabeça e nas costas.

6- Melhor controle do estresse

Se o amor ajuda as pessoas a lidarem com a dor, como será com os outros tipos de estresse? Aron disse que existe evidência que relacione suporte social e controle de estresse. Se quando surge um fator estressante, a pessoa recebe suporte de alguém que ela gosta, ela lida melhor com a situação.

7- Menos resfriados

Já foi visto que relações amorosas diminuem estresse, depressão e ansiedade (o que deve gerar um impulso no sistema imunológico). Pesquisadores da Universidade de Carnegie Mellon descobriram que exibem emoções positivas são menos propensos a ficarem doentes depois de expostos ao vírus da gripe ou de resfriados. O estudo, publicado na Medicina Psicossomática, comparou pessoas felizes e calmas com aquelas que pareciam ansiosas, hostis ou deprimidas.

8- Cicatrização mais rápida

Pode ser que o poder de um relacionamento positivo faça feridas na pele cicatrizarem mais rapidamente.

Pesquisadores do Centro Médico da Universidade de Ohio examinou casais com bolhas nos pés. As feridas em cônjuges que interagiam harmoniosamente cicatrizaram até duas vezes mais rápido do que naqueles que demonstravam ser bastante hostis um com o outro.

9- Vida mais longa

Uma parte crescente da pesquisa indica que pessoas casadas vivem mais. Um dos maiores estudos examinou os efeitos do casamento na mortalidade durante um período de oito anos nos anos 90. Usando dados da Enquete Nacional de Saúde, pesquisadores descobriram que pessoas que nunca foram casadas estão 58% mais propensas a morrer do que pessoas casadas.

Aron disse que o casamento contribui para uma vida mais longa mais pela praticidade do sustento mútuo e dos benefícios financeiros, e também pelos filhos que proporcionam suporte.

Já Reis enxerga uma explicação emocional. O casamento protege as pessoas da morte por repelir sentimentos de isolamento. Pessoas casadas vivem mais por se sentirem amadas.

10- Vida mais feliz

Pode parecer óbvio que um dos maiores benefícios do amor é a alegria. Mas uma pesquisa está apenas começando para revelar o quanto essa ligação pode ser forte.

Um estudo no Jornal da Psicologia Familiar mostra que felicidade depende mais da qualidade das relações familiares de uma pessoa do que do nível do salário que ela recebe.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s